Loteria do Estado do Rio de Janeiro – Loterj

Compartilhar

A LOTERIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – LOTERJ, é uma autarquia do Governo do Estado do Rio de Janeiro vinculada à Secretaria de Estado de Fazenda, responsável pela administração, gerenciamento e fiscalização do jogo em 92 municípios do Estado e da cidade do Rio de Janeiro.
Após a proibição dos cassinos, as loterias federal e estaduais passaram a ser a alternativa de jogo oficial no Brasil. Aproveitando o decreto do Presidente Getúlio Vargas de 1944 que criou o "Serviço de Loterias", no qual era previsto que só a União e os estados poderiam explorar essa modalidade de jogo, surge a loteria de números. Essa modalidade foi uma grande atração nacional nas décadas de 60 e 70. No Rio de Janeiro, era operada pela Loteria do Estado da Guanabara – LOTEG a partir da década de 60, e no Estado do Rio de Janeiro (Niterói) a Loteria do Estado do Rio de Janeiro – LOTERJ.
A LOTERIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – LOTERJ, foi criada no ano de 1975, após a fusão do Estado da Guanabara com o Estado do Rio de Janeiro. A LOTERJ substitui a LOTEG e continua operando a loteria de bilhetes com sorteios às terças e sextas feiras, sempre às 18hs. Atualmente, a loteria de bilhetes do estado foi extinta e a LOTERJ administra novas modalidades de loterias, como a Raspadinha, o Tototbola e a Loteria de Bingos do Estado.

 

A Loterj  
 

A LOTERIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, é uma autarquia do Governo do Estado do Rio de Janeiro vinculada à Casa Civil, responsável pela administração, gerenciamento e fiscalização do jogo em todos os municípios do Estado.

Após a proibição dos cassinos, as loterias federal e estaduais passaram a ser a alternativa de jogo oficial no Brasil. A “Loteria de Números” surge como o resultado do Decreto-Lei Nº 6.259, do Presidente Getúlio Vargas que criou o “Serviço de Loterias”, no qual era prevista a exploração dessa modalidade de jogo pelas loterias federal e estaduais.

A partir daí, a loteria de números passou a ser operada pela antiga LOTERJ em Niterói, capital do Estado do Rio de Janeiro. Na década de 60, o então Estado da Guanabara ganha a LOTEG com a mesma finalidade. Em 1975, com a fusão, as duas empresas se unificam. Os equipamentos e funcionários da LOTERJ de Niterói foram transferidos para a cidade do Rio e a sede da, até aquele momento, LOTEG, passa a abrigar a nova LOTERJ – Loteria do Estado do Rio de Janeiro para administrar e fiscalizar a “Loteria de Bilhetes”, grande sucesso da época. Inicialmente, os sorteios eram realizados as terças e sextas, sempre às 18h e atraiam centenas de pessoas.  A partir do inicio da década de 90, a venda da Loteria de bilhetes começa a perder espaço, os sorteios passam a ser semanais e a Loterj deixa de operar nessa modalidade no final de 1996.

Em 1991, a Loterj se apresenta ao mercado como pioneira na comercialização de uma nova modalidade de jogo, a Loteria Instantânea, mais conhecida como Raspadinha do Rio, com o jogo Lambada da Sorte.  O Rio recebe muito bem o novo jogo que até hoje já vendeu aproximadamente 1,2 bilhão de bilhetes, tendo, inclusive, naquela época, atingido a marca extraordinária de 4 milhões de bilhetes vendidos em apenas um dia. Rapidamente o novo modelo foi copiado por outros Estados, que visitavam a Loterj em busca de informações sobre a forma de comercialização dessa loteria. No mercado atualmente, estão sendo comercializados onze diferentes tipos de raspadinhas –  “Casa Já” – “Carro Já” – “Dinheiro Já” – “Salário Já” – “Presente de Natal” – “Furacão de Prêmios” – “Raspadinha do Din Din” – “Raspadinha Carioca” – “Raspadinha dos Campeões” – “Raspadinha do Antônio Carlos” e “Raspadinha da Alegria”.

Em julho, foi lançado o jogo denominado – Rio de Prêmios – com sorteios ao vivo pela Rede Record, sempre aos domingos, às 11:30h. com distribuição de R$100.000,00 para quem acertar as 20 dezenas do 1º Prêmio. Além do prêmio principal, o Rio de Prêmios distribui aos apostadores, através de sorteio: uma motocicleta; um conjunto de geladeira duplex, fogão, microondas e máquina de lavar; uma TV de Plasma de 42” e um computador. Cada um desses produtos é acompanhado ainda de um prêmio de R$ 5.000,00 em dinheiro. A grande diferença do jogo Rio de Prêmios para os demais existentes no mercado lotérico, é que todos os prêmios são sorteados até que haja um ou mais ganhadores, de forma que toda semana temos, pelo menos, um ganhador para cada prêmio sorteado.

Modalidades de Loteria:

Convencional: com disponibilidade para comercialização de frações   previamente numeradas, com sorteio efetivado em datas prefixadas, sendo o   Plano de Premiação previamente definido e disponibilizado ao apostador.

Instantânea: bilhetes previamente numerados e premiados, adquiridos aleatoriamente pelos interessados, sendo o Plano de Premiação  previamente definido e disponibilizado ao apostador, proporcionando resultado   imediato para entrega aos acertadores dos prêmios apontados nos bilhetes  vencedores.

Mista:  bilhetes que reúnem características de duas ou   mais modalidades.

Concurso de prognóstico:  com a indicação pelo apostador de determinados números, os quais serão posteriormente submetidos a   sorteios em horários e datas prefixadas, sendo o Plano de Premiação, bancado   ou ateado, previamente definido e disponibilizado ao apostador.

Sorteio Numérico: com distribuição aos apostadores de prêmios com base nos resultados da loteria convencional.

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta