Clarion Gaming tranquiliza expositores da ICE

Feiras I 09.12.21

Por: Elaine Silva

Compartilhe:
Alguns expositores da ICE 2022 estão preocupados com as ameaças de adiamento devido ao impacto da variante Ômicron da Covid-19

Com apenas oito semanas para o início da maior feira de jogos do mundo no London ExCeL de Londres, alguns expositores estão expressando preocupações sobre as ameaças potenciais do impacto da Ômicron, a nova variante da Covid-19.

Alguns construtores de estandes estão aguardando a ordem para prosseguir com o pedido de materiais para construir as exibições espetaculares que dominam a ICE, enquanto outros já iniciaram o trabalho. No entanto, alguns expositores estão cada vez mais preocupados com o adiamento da feira.

O diretor administrativo da Clarion Gaming, Stuart Hunter, respondeu rapidamente: “Já conversamos com um grande grupo de expositores”, disse ele à InterGame. “Eles também estão preocupados com os testes que terão de fazer uma vez no Reino Unido. Os expositores têm preocupações diferentes. Todos eles também têm meu número de celular, então qualquer um deles pode falar diretamente comigo se quiserem garantias”.

É ‘quase certo’ que ômicron não é mais grave que delta, diz Fauci à AFP

A Ômicron, nova variante do coronavírus, já foi detectada em pelo menos 50 países (veja o mapa no final), até esta segunda-feira (6). Identificada pela primeira vez em Botsuana, no sul da África, a Ômicron foi denominada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma variante de alta transmissibilidade.

O médico Anthony Fauci, maior especialista em doenças infecciosas dos Estados Unidos disse à CNN, no domingo (5), que os primeiros indicadores sobre a gravidade da Covid-19 causada pela variante Ômicron são “um pouco animadores”, mas que é muito cedo para tomar uma posição clara sobre se ela pode causar doenças graves.

“Realmente temos que ter cuidado antes de fazer qualquer determinação de que é menos grave ou realmente não causa nenhuma doença grave comparável à Delta. Mas até agora, os sinais são um pouco animadores em relação à gravidade.

O especialista ressalta que é preciso manter as medidas de contenção do vírus “até realizarmos mais experimentos”.

Comentar com o Facebook