Começou a campanha: Bingos… é preciso legalizar!!!

Compartilhar

O BNL está dando largada na campanha “Bingos… é preciso legalizar!!!”, que foi uma iniciativa dos leitores do Blog do Editor no site BNLData. Para ajudar a disseminar a mensagem de que é preciso legalizar esta atividade foram produzidos adesivos com fundo preto e letras brancas com a mensagem de apoio a legalização dos bingos no Brasil. Os adesivos poderão ser aplicados do lado externo do vidro traseiro ou na lataria dos carros dos dirigentes, empresários, funcionários e simpatizantes dos bingos.

O conceito da utilização dos adesivos como publicidade é uma manifestação de liberdade individual, pois o usuário vai usar seu patrimônio para expressar seu desejo pessoal e de toda uma categoria. Quantas pessoas ligadas à atividade usariam este adesivo? Centenas ou milhares? Isto nós vamos saber agora!

Convidamos os assinantes do BNL e os leitores do BNLData a abraçarem esta iniciativa, pois é uma idéia simples e com grande visibilidade para a opinião pública e mídia.

Como receber

Inicialmente, foram produzidos mil exemplares e pedimos a todos que solicitem somente a quantidade que será efetivamente usada em seus veículos. Limitamos a distribuição em quatro unidades por assinante/leitor. Os adesivos poderão ser solicitados através do e-mail da redação ([email protected]) e serão enviados pelos Correios. Necessitamos do nome, endereço, bairro, cidade, estado, CEP e a quantidade de adesivos.

Sorteio

A turma da redação criou uma promoção especial para mostrar que ‘vestimos a camisa’ da legalização dos bingos. Os leitores que enviarem fotos de seus carros adesivados (o leitor tem que estar ao lado do carro ou aparecer na foto) para serem publicadas no Blog do Editor irão concorrer a assinatura do BNL Digital, que circula diariamente por e-mail.  As cinco fotos mais criativas serão contempladas com uma assinatura anual do BNL. O julgamento será feito pela equipe editorial do BNL e a primeira escolha será realizada no dia 2 de maio deste ano.

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta