Fitch prevê quebras entre 50 e 60% das receitas de jogo em Macau no início de 2021

Compartilhar
A previsão é de melhorias no segundo semestre de 2021 com a eventual chegada de uma vacina contra a covid-19 e o relaxamento das medidas nas fronteiras entre Macau e Hong Kong

A agência de classificação de risco Fitch indicou na última sexta-feira (28) esperar quedas entre 50 e 60% nas receitas do jogo de Macau, durante os meses do primeiro semestre de 2021, relativamente a igual período de 2019.

“Prevemos quebras mensais de 50 a 60% nas receitas, em relação a 2019, ao longo da primeira metade de 2021”, devido às dificuldades de emissão de vistos individuais na China, de acordo com um comunicado citado pela agência Lusa.

Para a Fitch, os procedimentos de pedido e de emissão de vistos individuais e de grupo, suspensos pelas autoridades chinesas no início da pandemia, variam consoante a província chinesa, o que dificulta a entrada dos visitantes em Macau.

Ainda assim, o tom do cenário traçado pela Fitch, segundo o portal GGR Asia, é animador para o caso de Macau.

“Os mercados de jogo mais dependentes dos visitantes locais vão continuar a recuperar a um ritmo rápido”, pode ler-se no comunicado. (Plataforma Mídia)

Comentar com o Facebook