ICE ainda será a maior exposição de jogos de azar do mundo

Feiras I 31.01.22

Por: Elaine Silva

Compartilhe:
Clarion faz investimento de seis dígitos no programa de reuniões do ICE London
“As datas (12 a 14 de abril) são uma questão que estava além do nosso controle. O local – ExCeL nas Docklands de Londres – só tinha essas datas disponíveis depois que tivemos que adiar as datas originais de fevereiro.”

O diretor-gerente do Grupo Clarion Gaming, Alex Pratt, e Stuart Hunter, em entrevista à InterGame, disseram também que alguns espaços desocupados por alguns dos expositores já foram ocupados por outros. Mas também enfatizaram que as empresas que sentiram necessidade de se retirar do evento deste ano, terão seus espaços de volta para 2023.

Eles disseram que “compreendiam totalmente” por que alguns dos expositores decidiram se retirar.

“As datas (12 a 14 de abril) são uma questão que estava além do nosso controle. O local – ExCeL nas Docklands de Londres – só tinha essas datas disponíveis depois que tivemos que adiar as datas originais de fevereiro.”

A proximidade com as férias da Páscoa é citada pela maioria dos expositores desistentes como o principal motivo de desistência.

“Alguns do contingente estão optando por se afastar do show este ano. Entendemos perfeitamente e podemos dizer desde já que aqueles que sentiram necessidade de se retirar, terão seus espaços de volta em 2023”, disse Hunter.

“Além disso, vale a pena acrescentar que continuamos comprometidos com toda a indústria, incluindo muitos dos fornecedores menores do setor, muitos dos quais confiam na ICE para negócios e foram afetados pelo cancelamento do show no ano passado.”

Disseram, no entanto, que a abertura do piso expositivo, criada pela desocupação daqueles stands, deu a outros expositores a oportunidade que procuravam anteriormente – de expandir. Isso também significou que outras empresas que procuram espaço, agora podem expor. “Recebemos outras 15 empresas como expositoras nas últimas semanas”, disse Hunter.

Alex Pratt disse que outros motivos comumente citados, incluindo a situação de pandemia e os protocolos para entrar no Reino Unido, são considerações que diminuem diariamente, à medida que o governo do Reino Unido reduz as medidas de bloqueio.

Uma pesquisa recente de compradores – ainda a ser divulgada oficialmente pela Clarion – mostrou que apenas 10% indicaram que não viajariam para Londres. Desses, 30% disseram que sua principal consideração era a pandemia; 30% foram adiados por restrições de entrada no Reino Unido; e outros 30% citaram a proximidade com a Páscoa. “Essas porcentagens foram se alterando à medida que nos aproximamos das datas dos shows”, disse Pratt.

Ele acrescentou: “Ainda teremos uma exposição com mais de 450 marcas – 600 se você incluir as que participam do iGB Affiliates. Isso ainda faz da nossa exposição a maior feira de jogos de azar do mundo e ainda será um espetáculo notável, ocupando praticamente o mesmo espaço no ExCeL que ocupava em 2020.”

Pratt acrescentou: “A indústria europeia precisa da ICE London. O negócio está há dois anos sem se encontrar presencialmente. Mesmo aqueles que se retiraram este ano nos disseram que é vital para os negócios que a ICE London seja um sucesso e a maioria deles terá seu pessoal-chave em Londres para o show”.

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.