PE — ARPE — RESOLUÇÃO ARPE N° 001/2004 — Altera o art. 23 da Resolução ARPE n° 003/2003.

Loterias Estaduais I 01.01.04

Por: sync

Compartilhe:

RESOLUÇÃO ARPE N° 001/2004
Altera o art. 23 da Resolução ARPE n° 003/2003, que regulamenta o credenciamento, a autorização, o controle, a fiscalização e a operação da modalidade lotérica "videoloteria" no Estado de Pernambuco.
A AGÊNCIA DE REGULAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS DELEGADOS DO ESTADO DE PERNAMBUCO – ARPE, com base na Lei n 12.343, de 29 de janeiro de 2003 e no Decreto n 25.851, de 12 de setembro de 2003,
RESOLVE:
Art. 1° – O art. 23 da Resolução ARPE n° 003/2003 passa a vigorar com a seguinte redação:
"Art. 23 – Para obter o credenciamento para operar a modalidade de Videoloteria no ano de 2004, a pessoa jurídica requerente deverá fornecer à ARPE, até 31 de janeiro de 2004, em duas vias devidamente autenticadas, os seguintes
documentos:
I – a comprovação da propriedade de, no mínimo, 200 equipamentos;
II – os manuais de operação do equipamento, tanto o manual do usuário como o manual técnico, impressos em língua portuguesa;
III – a documentação com a descrição completa, em linguagem de fácil entendimento e em língua portuguesa, informando como o equipamento opera, como funciona o jogo e quais são os percentuais de ocorrência esperados de cada premiação;
IV – termo de responsabilidade assinado pelo responsável técnico da pessoa jurídica, atestando a idoneidade do equipamento.
V –instrumento de constituição da pessoa jurídica, bem como as últimas alterações, se for o caso, demonstrando capital social integralizado, de, no mínimo, R$ 100.000,00 (cem mil reais), nos casos das empresas comerciais;
VI – notas fiscais dos equipamentos;
VII – certidões negativas de tributos federais, estaduais e municipais;
VIII – certidão negativa de débito com a Seguridade Social;
IX – certidão negativa do Distribuidor do Foro da sede da pessoa jurídica, em seu nome e de seus sócios gerentes ou diretores;
X – declaração de impostos de renda do ultimo exercício fiscal em nome da pessoa jurídica e dos sócios gerentes ou diretores, comprovando a origem dos recursos;
XI – certidão negativa dos cartórios de protesto em nome da pessoa jurídica e dos
seus sócios gerentes ou diretores;
XII – declaração de conhecimento e compromisso de cumprimento das disposições
desta Resolução firmada pelo representante legal da pessoa jurídica;
XIII –boleto bancário comprovando o pagamento da taxa anual de credenciamento, que será calculada de acordo com as faixas e formulações a seguir:
XIV –boleto bancário comprovando o pagamento do credenciamento anual, que será calculado de acordo com as faixas e formulações a seguir:
a) em relação às pessoas jurídicas com um número de até 3.000 equipamentos: o valor total será de R$ 120.000 (cento e vinte mil reais);
b) em relação às pessoas jurídicas com um número de 3.000 até 7.500 equipamentos: o valor total, em reais, será calculado a partir da seguinte fórmula: V=40E;
c) em relação às pessoas jurídicas com um número igual ou maior a 7.500
equipamentos: o valor total será de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais).
§1º – Caso se constate alteração no número de equipamentos declarados pela pessoa jurídica credenciada, deverá esta pagar a quantia faltante, de acordo com o inciso XIV deste artigo.
§2º – Na alínea "b" acima, deve ser considerado: V= valor total a ser pago; e E= número de equipamentos da pessoa jurídica."
Art. 2º – Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação no Diário
Oficial do Estado de Pernambuco.
Recife, 05 de janeiro de 2004.
JAYME JEMIL ASFORA FILHO
Diretor Presidente

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.