Seleção Brasileira é favorita na busca oitava conquista na Copa América Feminina

Apostas I 08.07.22

Por: Magno José

Compartilhe:

Nesta sexta-feira (08), a bola começa a rolar pela Copa América Feminina 2022, na Colômbia. A competição vale vaga para as Olimpíadas de Paris 2024 e a Copa do Mundo Feminina, na Oceania. A Betfair, especialista em cálculos de probabilidades, calculou as chances da Seleção Brasileira e de seus adversários no torneio.

A competição acontece entre os dias 8 e 30 de julho nas cidades de Armenia, Cali e Bucaramanga, na Colômbia, e a estreia do Brasil será neste sábado (09), diante da Argentina, no Estádio Centenário. Na sequência, as mulheres do Brasil duelam pelo grupo B contra Uruguai (12 de julho), Venezuela (18 de julho) e Peru (21 de julho).

As duas equipes finalistas do torneio irão diretamente aos Jogos Olímpicos 2024, além das três primeiras colocadas se classificarem para o Mundial de 2023 que ocorrerá na Austrália e Nova Zelândia. As seleções que terminarem na quarta e quinta colocação, terão direito à repescagem nos playoffs ao mundial.

A decisão da Copa América feminina está marcada para o dia 30 de julho, em Bucaramanga.

Palmeiras Feminino com 4 jogadoras na Copa América

O pontapé inicial da Seleção Brasileira será contra a rival Argentina, contará com quatro jogadoras que atuam no Verdão, patrocinado pela Betfair. As meias Ary Borges e Duda Santos, e a atacante Bia Zaneratto representarão o Palmeiras pela seleção canarinho, do outro lado, a zagueira Agustina marca presença do Alviverde na Seleção Argentina.

Esta será a primeira vez na história do clube que o Palmeiras colocará quatro jogadoras na disputa de uma Copa América Feminina. Ao todo, Ary participou de 12 jogos pelo Brasil, Duda Santos atuou duas vezes e Bia Zaneratto, deve se tornar a jogadora Alviverde com mais partidas pela Seleção Brasileira, superando a ex-atleta Sisi, que também possui 13 jogos com amarelinha feminina.

Na Argentina, a defensora Agustina foi chamada pela terceira vez para vestir a camisa Alviceleste. Com passagens de destaque nas categorias de base do país rival, a zagueira foi medalha de prata nos jogos Pan-americanos de 2019 e disputou a Copa do Mundo pela seleção principal, na França.

Em 2021, o clube cedeu 15 jogadoras para o Brasil, sendo 11 atletas para o time principal e outras quatro para as categorias de base (Sub-17 e Sub-20), sendo o principal clube brasileiro com convocações às seleções.

Domínio brasileiro na Copa América

O Brasil é a equipe com o maior número de títulos na Copa América Feminina, são sete triunfos em oito edições. No total, são 41 vitórias, 1 empate e 2 derrotas em 44 jogos na CONMEBOL Copa América Feminina. Embora a primeira edição em 1991, sob o nome de Campeonato Sul-Americano Feminino, o Brasil só perdeu pontos na competição contra a Argentina e a Colômbia.

A rival deste sábado foi a única equipe que conseguiu vencer o Brasil nas edições do torneio. O revés brasileiro aconteceu na edição de Mar del Plata, em 2006, garantindo o título às Argentinas, e a participação inédita nas Olímpiadas de Pequim, em 2008.

Especialista em cálculos de probabilidades, a Betfair calculou quem é o favorito no confronto entre Brasil e Argentina. O Brasil aparece com 86% de chances de vencer a partida, a Argentina possui 4% e a igualdade no placar tem a probabilidade de 10% de acontecer.

Brasil favorito ao octa segundo análise da Betfair

A Betfair analisa as probabilidades da Copa América Feminina sempre utilizando a expertise dos traders para apontar as chances das seleções. Segundo a análise, a Seleção Brasileira é a favorita à conquista na edição de 2022, com 75%. Na segunda colocação aparece a anfitriã Colômbia, com 10%. Seguida de perto pela Argentina, que possui um título da Copa América, com 8%.

1 – Brasil 75% / Caso aposte na vitória do Brasil para ganhar o torneio, a cotação é de 1.14 – a cada real apostado, caso ele seja o vencedor, o apostador recebe R$ 1,14.

2 – Colômbia 10% / Caso aposte na conquista da Colômbia para ganhar o torneio, a cotação é de 8.5 – a cada real apostado, caso ele seja o vencedor, o apostador recebe R$ 8,50.

3 – Argentina 8%/ Caso aposte na conquista da Argentina para ganhar o torneio, a cotação é de 11.0 – a cada real apostado, caso ele seja o vencedor, o apostador recebe R$ 11,00.

4 – Chile 4,5%

5 – Venezuela 1,5%

6 – Paraguai 1%

7 – Uruguai >1%

8 – Peru >1%

9 – Equador >1%

10 – Bolívia >1%.

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.