Trump recebe 91% das apostas de última hora, afirma Paddy Power

Pelo menos nos mercados de apostas, Donald Trump está acabando com Hillary Clinton

Compartilhar


A chance de vitória de Donald Trump, segundo as probabilidades das apostas internacionais, agora é de 28,5%

Na semana até agora, o candidato republicano superou sua rival em número e volume de apostas, segundo dados revelados na terça-feira (01) pela maior casa de apostas da Irlanda, a Paddy Power Betfair. As apostas somaram pouco menos de 100.000 euros (US$ 111.000), 91 por cento delas em Trump.
"Essa eleição tem sido uma séria anomalia em termos de apostas", disse Féilim Mac An Iomaire, porta-voz da companhia. Antes mesmo de 28 de outubro, quando o diretor do FBI, James Comey, anunciou a descoberta de novos e-mails que considerou "pertinentes" para uma investigação fechada à candidata democrata, Hillary Clinton, o dinheiro apostado em uma vitória de Trump era quase equivalente ao colocado em sua rival, embora ela lidere nas pesquisas de opinião.
"Normalmente não se vê tanto dinheiro apostado no candidato azarão, mas acho que o choque do Brexit ainda é recente na memória das pessoas", disse Mac An Iomaire. O S&P 500 caminha para sua maior sequência de perdas desde 2011 porque os participantes do mercado temem uma possível presidência de Trump.
O referendo de junho do Reino Unido prejudicou as empresas de pesquisas profissionais com uma sacudida inesperada no status quo. Mas a votação também ensinou que os fluxos de apostas não são um indicador infalível, considerando que as casas de apostas reportaram um aumento de último minuto das apostas de que o eleitorado britânico escolheria permanecer na União Europeia. No dia seguinte, a campanha pela saída saiu vencedora.
Contudo, os dados das casas de apostas parecem refletir os movimentos dos mercados financeiros, porque o peso mexicano, o "principal indicador do mercado", segundo o Credit Suisse, se desvalorizou mais de 3 por cento depois da carta de Comey.
A chance de vitória de Trump, segundo as probabilidades das apostas internacionais, agora é de 28,5 por cento, segundo Nicholas Colas, estrategista da Convergex Market. A chance é praticamente a mesma de jogar uma moeda para o alto e sair cara duas vezes seguidas e se iguala às estimativas dos analistas de pesquisas profissionais. Para a Paddy Power, que divulgará seus resultados do terceiro trimestre na sexta-feira, há mais em jogo do que para as demais. A empresa anunciou que começaria a pagar pela vitória de Hillary em meados de outubro, após inicialmente oferecer à presidência de Trump chance de 100 para 1. (UOL Economia – Fonte:Bloomberg – Isobel Finkel)
Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta