Uefa anuncia abertura de investigação que pode tirar Ibrahimovic da Eurocopa

Compartilhar
Possível ligação do atacante sueco de 39 anos com uma empresa de apostas esportivas está na mira da entidade

Poucos dias após renovar seu contrato com o Milan por mais uma temporada, o atacante sueco Zlatan Ibrahimovic, de 39 anos, corre o risco de sofrer uma punição da Uefa que poderia tirá-lo da Eurocopa, em junho, e até mesmo significar o fim da sua carreira.

Nesta segunda-feira (26), a entidade que regula o futebol europeu anunciou a abertura de uma investigação sobre o suposto interesse do jogador em uma companhia de apostas esportivas com sede em Malta, o que iria de encontro ao código disciplinar da Uefa.

“De acordo com o artigo 31 do Código Disciplinar da Uefa, o inspetor de Ética e Disciplina foi indicado hoje para conduzir uma investigação sobre uma potencial violação do Código Disciplinar pelo senhor Zlatan Ibrahimovic, por um suposto interesse financeiro em uma companhia de apostas. Mais informações sobre o caso estarão disponíveis no tempo devido”, diz o comunicado da Uefa.

O artigo 12 do Código Disciplinar da Uefa proíbe que jogadores profissionais “participem direta ou indiretamente de apostas ou atividades similares relacionadas a jogos de competição ou com quem tenha interesse financeiro direto ou indireto em tais atividades”.

Se for considerado culpado, Ibrahimovic poderia receber uma suspensão de até três anos, o que na prática inviabilizaria a continuidade da sua carreira, visto que ele só poderia regressas aos gramados às vésperas de completar 43 anos. Mesmo uma punição de menor duração poderia tirá-lo da Eurocopa, que terá início em junho. Após cinco anos afastado da seleção da Suécia, Ibra voltou a ser convocado em março deste ano.

Trippier e Sturridge já foram suspensos recentemente

No fim do ano passado, o lateral-direito inglês Kieran Trippier, do Atlético de Madrid, foi suspenso pela Federação Inglesa (FA) por dez semanas por ter informado a amigos sobre sua iminente transferência do Tottenham para o time espanhol, quebrando as regras de conduta disciplinar da FA. O atacante Daniel Sturridge também já foi punido com quatro meses de suspensão por passar a amigos e parentes informações privilegiadas sobre sua saída do Liverpool, em 2018. (Redação do ge – Nyon, Suíça)

Comentar com o Facebook