Yglésio revela que 16 influenciadores são investigados no Jogo do Tigre e cita organização crimoniosa

Sorteios I 04.10.23

Por: Elaine Silva

Compartilhe:
Yglésio revela que 16 influenciadores são investigados no Jogo do Tigre e cita organização crimoniosa
O deputado estadual Yglésio durante entrevista ao “Cartas Na Mesa”

O deputado estadual Yglésio Moyses revelou que dezesseis influenciadores digitais estão sendo investigados por divulgar jogos de azar online, como o chamado “Jogo do Tigre”, no Maranhão.

A informação foi dada durante entrevista ao “Cartas Na Mesa”, podcast de política do Imirante.

Segundo o parlamentar, advogados estão indo até a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) para atrapalhar as investigações.

“Tem vários! Já tem advogados de influenciador que está no inquérito, lá dentro da Seic, para tentar obstruir dificultar, coagir, constranger o pessoal da investigação”.

Yglésio também afirmou que esses influenciadores participam de uma organização criminosa e que o caso deverá ser tratado como pirâmide financeira.

“Só tem garantia de perda! Então é pirâmide! Porque a base trabalha para lá em cima fazer. É uma organização criminosa porque tem concurso de pessoas envolvidas nisso aí. Tem recrutador que leva influenciador, que leva para grupos de WhatsApp e grupos de Telegram. Então tem organização criminosa, tem prática de crimes para contraordem financeira e tem estelionato”.

Na semana passada, a Seic deflagrou a operação Quebrando a Banca, que tinha como alvo principal a influenciadora Skarlet Mello.

Ela divulga o jogo em suas redes sociais. Com a Skarlet, os policiais apreenderam três veículos (dois de luxo), três motocicletas e um jet-ski. Ela teria enriquecido divulgando o jogo ilegal. (Portal Neto Ferreira)

Comentar com o Facebook