Dono de cassino oferece mil passagens de graça para Las Vegas

Compartilhar
Derek Stevens, proprietário dos hotéis-cassino The D Las Vegas e do Golden Gate em Las Vegas, vão rebrir no próximo dia 4

No momento em que Las Vegas começa a receber visitantes de volta, um empresário encontrou uma maneira criativa de ajudar a reacender o turismo, em crise por causa da pandemia do novo coronavírus. Derek Stevens, proprietário de hotéis-cassino, está oferecendo mil passagens de ida para a cidade, saindo de 24 localidades dos EUA, numa iniciativa para aumentar as viagens pelo país.

Dono do The D Las Vegas e do Golden Gate, ele anunciou a promoção “Keep America Flying” (Mantenha a America voando, na tradução do inglês) nesta quarta-feira, ao comunicar a reabertura de seus resorts em 4 de junho – quando outros resorts, entre eles o Bellagio, o New York-New York, o Caesars Palace e o Flamingo, voltarão a funcionar, com o aval do governador de Nevada. A campanha já começou, no site do The D Las Vegas, e os voos são concedidos por ordem de chegada.

Não há dúvida de que as passagens, com datas entre 3 e 5 de junho, serão rapidamente reservadas, possivelmente ainda nesta quarta-feira. “É uma maneira de Las Vegas ser respeitosa com o mercado aéreo”, disse Stevens ao “Las Vegas Review-Journal”: “O mercado de quem vem de carro é muito importante, mas com o que aconteceu com as companhias aéreas, esse setor foi realmente dizimado. Queríamos criar algo que ajudasse a indústria aérea dos EUA e apoiasse Las Vegas”.

O The D Las Vegas, que fica no centro da cidade, é um dos hotéis-cassino de Derek Stevens

Obviamente, Stevens prefere que os participantes se hospedem em seus empreendimentos. Mas os turistas também podem reservar a passagem e escolher outro hotel em Las Vegas. “Fico feliz se as pessoas quiserem ficar conosco, obviamente. Mas, ao mesmo tempo, se eles só quiserem o voo porque vão se hospedar no Wynn, Caesars ou Bellagio, isso também é ótimo. Temos que levar as pessoas para Las Vegas. O aeroporto McCarran é a força vital da nossa comunidade”, afirmou ele no vídeo em que anunciou a promoção.

Stevens negociou as passagens quando a demanda estava no nível mais baixo de todos os tempos. Os preços que ele vai pagar estão definidos, mesmo que a demanda suba com o anúncio de reabertura de diversas atrações em Las Vegas no dia 4 de junho. Mas ele não revela quanto investiu na campanha: “Não quero entrar em detalhes, mas fizemos alguns bons negócios”. (Extra)

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta