Fiscais da Prefeitura fecham lotérica por aglomeração e desrespeito em Patos de Minas

Compartilhar
A Polícia Militar de Minas Gerais foi acionada para dar apoio à ação dos fiscais nas agências bancárias e lotéricas (Imagem: Reprodução vídeo Patos Hoje)

Após inúmeras denúncias de desrespeito e aglomeração em agências bancárias e lotéricas na manhã desta quarta-feira (17), fiscais da Prefeitura decidiram agir. A agência central da Caixa na rua Olegário Maciel, alvo de inúmeras denúncias e que, por ser um banco público, deveria dar exemplo, foi a primeira a sofrer intervenção dos funcionários da Prefeitura. A Polícia Militar foi acionada para dar apoio à ação dos fiscais.
A agência lotérica localizada na esquina da rua Major Gote com a rua Olegário Maciel também foi alvo dos fiscais. Os próprios correntistas que aguardavam na fila reclamavam da falta de organização. Mesmo as pessoas que tentavam fazer distanciamento não conseguiam. De acordo com a chefe de Vigilância Sanitária, Marcela Porto, a ação foi necessária em razão do descumprimento por parte dos bancos e também das pessoas que aguardavam na fila. Segundo ela, o distanciamento de três metros não estava sendo cumprido e ainda havia pessoas sem máscara na fila.
O encerramento das atividades bancárias deixou parte dos clientes extremamente revoltados. Alguns chegaram a dizer ofensas na direção dos fiscais. Uma mãe que veio de Brasilândia de Minas para desbloquear seu aplicativo no banco teve que voltar para casa sem resolver seu problema.
Alguns cidadãos questionavam em razão de estarem na fila desde às 08h00 da manhã. O gerente da Caixa Econômica Federal relatou que o banco abriria a partir de 12h00 e não tinha razão de as pessoas estarem na fila desde as primeiras horas da manhã.
Além da Caixa, o Bradesco e o Santander também tiveram suas atividades suspensas na Rua Olegário Maciel. Na mesma rua, uma unidade do caixa aqui foi notificada. Na Rua Major Gote, o Banco Itaú e o Banco do Brasil também tiveram que encerrar suas atividades e as pessoas que estavam na fila não gostaram nenhum pouco.
Segundo o Aspirante Fortuna, da Polícia Militar, duas guarnições foram empenhadas para dar apoio aos fiscais da prefeitura e se precisar de mais apoio amanhã, quando o decreto municipal entra em vigor, a PM estará à disposição.
Segundo Marcela, as agências podem voltar a funcionar normalmente nesta quinta-feira (18) e uma nova onda de fiscalização irá verificar se as medidas estão sendo cumpridas, caso contrário, os serviços nas agências serão interrompidos novamente. Leia a matéria e assista ao vídeo no Patos Hoje – Maurício Rocha – MG.

Comentar com o Facebook