Henry Fischer, Rafael Mota e Rodrigo Semeghini vão ao Dia 6 do Main Event da WSOP

Blog do Editor, Pôquer I 12.07.22

Por: Magno José

Compartilhe:
Caesars muda a WSOP oficialmente para o Bally’s; ação faz parte do rebranding do cassino, que passará a se chamar Horseshoe
Depois de cinco dias intensos, dos 8.663 jogadores que iniciaram o Main Event da WSOP 2022, restam agora apenas 123 — e três são brasileiros

O Brasil terá três jogadores no Dia 6 do Main Event da WSOP. Após o Dia 5 do torneio, disputado nesta segunda-feira (11), apenas 123 jogadores ainda alimentam o sonho de conquistar o tão sonhado bracelete de campeão mundial.

Nos blinds 40.000/80.000 (BB Ante 80.000), Henry Fischer ensacou 5.160.000 fichas e puxou a fila verde e amarela. Na sequência vieram Rafael Mota, com 2.635.000 fichas, e Rodrigo Semeghini, do Guerreiros Poker Team, com 2.070.000 fichas.

A liderança ficou com o norte-americano James Hobbs, que acumulou 12.505.000 fichas. Nomes conhecidos como Alejandro Lococo (10.020.000), Koray Aldemir (3.800.000), Damian Salas (2.435.000) e Dan Smith (2.030.000) também avançaram.

Ao longo dos trabalhos, seis jogadores do país foram eliminados: Thiago Pirani (157º, US$ 62.500), Bruno Desimoni (198º, US$ 53.900), José Barbosa (207º, US$ 53.900), Alexandre Mantovani (266º, US$ 46.800), Fernando Wittvivian (299º, US$ 40.900) e Douglas Lopes, que não teve a colocação final divulgada.

O Dia 6 do torneio será realizado nesta terça-feira (12), a partir das 17h (horário de Brasília). Cada sobrevivente tem garantidos US$ 62.500 e o grande campeão vai embolsar US$ 10.000.000. (SuperPoker)

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.