Hipódromo do Cristal promove reunião de 9 páreos nesta quinta-feira

Jockey I 28.07.22

Por: Elaine Silva

Compartilhe:
Pick-7 é a grande atração nesta quinta-feira no Hipódromo do Cristal
ABCPCC divulga os puros-sangues inscritos nas sete provas do Festival ABCPCC, a Copa dos Criadores que será realizado no próximo dia 7 de agosto no Jockey Club Brasieleiro

A Comissão de Corridas do Jockey Club do Rio Grande do Sul organizou programação de 9 páreos, hoje à tarde, no Hipódromo do Cristal, em Porto Alegre. A largada da carreira de abertura será às 15h32, e o encerramento da jornada turfística está previsto, para às 20h. A prova central, o Clássico Presidente Cneu Aranha, em 1100 metros, na pista de areia, vai reunir bons corredores. Eis o campo completo da competição, e os respectivos jóqueis: 1– Don Bizarro (D. Staiti), 2– Nióbio (A. Renan), 3– Lord of Westbury (P. Jesus), 4– La Passante (M. B. Costa), 5– Point Lobos (M. B. Souza). (Raia Leve – Paulo Gama)

***

Contagem Regressiva para a Copa dos Criadores
A divulgação, na última sexta-feira, do pagamento do ADDED, dos puros-sangues inscritos nas sete provas do Festival ABCPCC, a Copa dos Criadores, não deixou dúvida da grandeza do evento turfístico, no próximo dia 7 de agosto. A torcida agora é por um domingo ensolarado. Na pista de grama leve do exuberante Hipódromo da Gávea, todos os craques poderão render o máximo. Quando os puros-sangues de alto gabarito encontram condições de produzir o seu melhor, o sucesso da festa fica assegurado. Afinal, no turfe, todos os outros personagens envolvidos no espetáculo, são meros coadjuvantes. O protagonista é sempre o cavalo de corrida.

O campo da prova central, a Copa ABCPCC Clássica, Matias Machline, em 2000 metros, na grama vai contar com a presença de figuras carimbadas, e, de algumas novidades. On Line (Stud Verde), Lambert (Haras Cifra), Osprey (Red Rafa), Dom Cambay (HRN), Olympic Kremlin (H&R), Sugar Daddy (Doce Vale), Rei do Camarote (Doce Vale), Amor Ágape (Eterno Amor), Cromwell (Eternamente Rio/Niju), Jungle King (Sweet Carol), e Jorel (Pedudu), são as estrelas do páreo mais importante. Mas existem outras, inscritas nos outros seis clássicos: O GP J. Adhemar de Almeida Prado (G1), Margarida Polak Lara (G1), Copa Velocidade, Mário Belmonte Moglia (G3), Copa ABCPCC Éguas, Gonçalo Borges Torrealba, Copa ABCPCC Milha, Oscar Pacheco Borges, e Copa ABCPCC Milha Areia, Sylvio Bertoli.

Puro-Sangue Melhor Apresentado
Toda vez que corre, Hang Loose, égua de propriedade do Stud By Winner’s, e criada no modelar, Haras Santa Maria de Araras, brinda o público turfista com show de garra, classe, brio e consistência. Esta semana, no Clássico Luiz Rigoni, a filha de Put It Back, mais uma vez, superou as expectativas. Além de ser a única fêmea do páreo, era também a de maior idade. Mas, o preparo perfeito deste magnífico profissional, Venâncio Nahid, um colecionador de títulos, taças e glórias, a trouxe para a pista de grama macia do prado carioca, em estado atlético exuberante. E, conduzida por este predestinado personagem, Jorge Ricardo, o jóquei com maior número de vitórias na história da humanidade, 13.214, Luiz Rigoni, “o homem do Violino”, foi grandiosamente homenageado. Um momento único na raia carioca.

Joqueada da Semana
Marcelo Gonçalves é um jóquei de rara eficiência. E, depois de ser segunda monta do Haras Santa Maria de Araras, com Valdinei Gil, de titular, e, posteriormente, com o talentoso, Bruno Queiroz, nesta posição, parece pronto para merecer a chance de exercer a titularidade da farda de Júlio Bozzano. Esta semana brilhou na raia carioca com quatro vitórias, através de Imperatore Pietro, Oração, Nordwig e Awesome Poker. Arrojado, pragmático e eficiente, mandou para o barbante as quatro oportunidades. No dorso de Imperatore Pietro, do Stud Tigrão, e preparo caprichado de Noé Roberto Santos, o Boza, contornou as dificuldades de montar um puro-sangue inscrito em 1600 metros, depois de passar longo tempo de sua campanha atuando em provas de fundo. Encontrou espaço para atropelar na marra e confirmou o favoritismo.

Personagem
No pódio, para entrega das taças, após o triunfo de Hang Loose, no Clássico Luiz Rigoni, mais uma vez, Jorge Ricardo, recordista mundial de vitórias, surpreendeu a repórter, Juliana Dias, e a todos, na entrevista. Num show de humildade, lucidez e ética, pediu desculpas ao proprietário, e ao treinador, Venâncio Nahid, por não ter sido feliz na direção. Atribuiu o triunfo, a categoria de sua conduzida e ao talento do treinador. Segundo ele, havia se aproximado muito cedo para dominar o páreo, muito mais do que o recomendado, nas circunstâncias, e que na sua opinião poderia ter feito melhor, apesar do sucesso na prova.

Incrível, a grandiosidade deste personagem tão carismático. Em outros tempos, o campeão seria ovacionado, depois de gesto tão generoso. Porém, caros amigos. Estamos na era digital, das redes sociais, onde impera o sarcasmo, a maldade, o oportunismo. O comando está nas atitudes desprovidas de amor ao próximo. A reação espontânea do consagrado campeão, e sua postura sincera, e humilde irrita a coletividade. Causa profunda antipatia e inveja. Parabéns, Jorge Ricardo. Você é o cara. Um campeão na acepção desta palavra.

Duelo na Argentina
Francisco Leandro, tetracampeão da estatística de jóqueis do turfe argentino, onde mantém domínio dede 2018, tem enfrentado enorme resistência do maior rival, o argentino, William Pereyra, para chegar ao penta do ranking portenho. Leandro tinha vantagem folgada na ponta da tabela, mas um acidente de raia, em que sofreu fratura no ombro direito, o tirou das competições por 1 mês e meio. Voltou com apenas uma vitória sobre o valoroso rival. Desde então, há um mês, os dois jóqueis travam duelo acirrado, e diário, pelo topo. No momento, o brasileiro soma 196 pontos, contra 193, de William Pereyra. E a estatística muda de mãos, e oscila, diariamente. Emocionante.  (Raia Leve – Coluna Páreo Corrido, por Paulo Gama)

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.