Políticos holandeses lançam projeto para acabar com loot boxes em jogos

Blog do Editor I 11.07.22

Por: Magno José

Compartilhe:
Conselho Federal de Psicologia pede proibição de ‘loot boxes’ de jogos on-line
A justificativa para o projeto de lei é de que as crianças nos videogames seriam manipuladas para investir em microtransações. Algo próximo a jogos de azar ou casas de apostas

Políticos holandeses lançam novo projeto de lei a fim de acabar com as loot boxes. Você não leu errado, o projeto de lei visa fortalecer o combate às loot boxes na Europa. A moção, inclusive, já está buscando apoio dos deputados e pode impedir a prática no país, tendo como base críticas aos modelos de jogos de azar oferecidos ao público infantojuvenil.

A proposta foi formalizada por seis partidos políticos, são eles: Apelo Democrata-Cristão, a União Cristã, o Partido Popular para Liberdade e Democracia, o Partido Socialista, Democratas 66 e GroenLinks. Vale lembrar que a proposta deve ser aprovada pelo Senado antes de entrar em vigor.

Segundo postagem publicada no Resetera, 94 das 150 cadeiras da Câmara dos Deputados e 44 das 75 cadeiras do Senado apoiam as restrições nas microtransações em jogos. A justificativa para o projeto de lei é de que as crianças nos videogames seriam manipuladas para investir em microtransações. Algo próximo a jogos de azar ou casas de apostas.

Essa tentativa de impedir as loot boxes não é a primeira que acontece na Holanda. Em 2020, a Netherlands Gaming Authority havia decretado uma multa para a EA, como forma de penalizar a venda de pacotes no Ultimate Team. Na época, a Electronic Arts recorreu a medida e anulou o pedido, afirmando não infringir as leis de jogos presentes no país. (SBT Games)

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.