Deputados distritais dão sinal verde para BRB criar subsidiária para operar Loteria do Distrito Federal

Loteria I 22.05.24

Por: Magno José

Compartilhe:
Agência Brasília: Aprovada a criação de loteria distrital
Após sanção, o BRB divulgará os detalhes sobre o novo processo competitivo em busca de parceria estratégica para exploração e atuação na Loteria do Distrito Federal

Os deputados distritais votaram favoravelmente, na sessão desta terça-feira (21), ao projeto de lei nº 1.081/2024, que autoriza o Banco de Brasília (BRB) a criar uma subsidiária para operar o Serviço Público de Loteria no Distrito Federal. Proposto pelo Executivo, o texto foi acatado com três emendas e está pronto para ser enviado ao governador Ibaneis Rocha, para sanção ou veto.

O PL altera a Lei nº 7.155/2022, que criou a Loteria do DF, de forma a autorizar a criação de uma subsidiária para “exercer as atividades operacionais inerentes à exploração dos jogos lotéricos e similares, incluindo-se o jogo eletrônico por meio físico e digital”.

A arrecadação de impostos com a exploração de jogos vai permitir que o GDF destine mais de R$ 2 bilhões para causas sociais definidas em lei, como financiamento de educação e esporte em um prazo de 10 anos.

Sobre a permissão de criar uma subsidiária concedida ao BRB, o Presidente da instituição, Paulo Henrique Costa, explica que o Banco tem um conjunto de características essenciais para sucesso no mercado de jogos. “Temos capilaridade, controles de prevenção à lavagem de dinheiro, controles internos e tecnologia para oferecer segurança e credibilidade às loterias do DF. E com a execução desse projeto, reforçamos mais uma vez nosso papel de banco público, fomentando a economia da capital e gerando emprego e renda”, afirma Paulo Henrique Costa.

Após sanção, o BRB divulgará os detalhes sobre o novo processo competitivo em busca de parceria estratégica para exploração e atuação na Loteria do Distrito Federal. A gestão da loteria do DF pelo BRB foi viabilizada a partir da Lei nº 7.155/2022, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), em 13 de junho.

 

Comentar com o Facebook