Movimento de apostas na Gávea segue inalterado

Compartilhar
A reunião de domingo arrecadou R$ 731.115,85, segunda–feira R$ 706.402,52 e terça–feira R$ 666.231,59 para os cofres do Jockey Club Brasileiro

Nem sobe e nem desce. O Movimento Geral de Apostas (MGA) no turfe carioca neste último conjunto de três programas manteve–se parecido com o da semana passada, oscilando entre mais de R$ 600 mil, e pouco acima de R$ 700 mil. A reunião de domingo à tarde só arrecadou R$ 731.115,85, mesmo com quatro provas especiais, inclusive duas da nova geração. A boa programação não foi capaz de alavancar interesse suficiente do público turfista para alcançar os R$ 800 mil. Na reunião de segunda–feira, que durante longos anos foi a predileta dos apostadores, faturou apenas R$ 706.402,52 para os cofres do Jockey Club Brasileiro.

A terça–feira, recentemente a coqueluche dos cariocas, com a maioria dos páreos disputados na areia, voltou a decepcionar com o MGA mais fraco da semana, R$ 666.231,59. Em tempos de situação financeira grave para o aristocrático clube hípico, e muitas demissões de funcionários, se faz necessário encontrar soluções rápidas para atrair os apostadores para o prado e os agentes credenciados. A redução de funcionários disponíveis nos guichês do hipódromo tem funcionado como uma espécie de zagueiro atabalhoado que faz gol contra. Os páreos fecham antes que diminuam as filas de apostadores na Tribuna Social. (Raia Leve – Paulo Gama) (BNLData)

Comentar com o Facebook