Movimento de apostas no JCB segue inalterado

Compartilhar
Na reunião de domingo, no Hipódromo da Gávea, tivemos a arrecadação decepcionante de apenas R$ 614.446,08

O Movimento Geral de Apostas (MGA) no turfe carioca manteve-se inalterado esta semana. Na reunião de domingo, no Hipódromo da Gávea, tivemos a arrecadação decepcionante de apenas R$ 614.446,08. Sem a disputa de provas clássicas, os turfistas optaram por outras ocupações. Talvez o futebol na televisão. Ou então, o almoço com a família com os devidos cuidados protocolares da epidemia. Na terça-feira houve pequena, porém, expressiva reação no MGA. Foram apostados R$ 694.055,21. Vamos acompanhar com atenção esta semana. Jorge Ricardo volta da Arábia Saudita no sábado à noite, a tempo de montar no domingo. Os seus cavalos sempre vendem bastante jogo. Questão de credibilidade. A ausência de Bruno Queiroz também representa significativo desfalque nas apostas. Pelo mesmo motivo.

Talvez substituir punições devido a delitos de raia por multas fosse boa saída. A ausência das estrelas nas competições afeta a arrecadação. A multa dói diretamente no bolso do transgressor das regras. A suspensão pune os proprietários, que ficam sem os seus pilotos contratados, os apostadores, que têm de jogar nos jóqueis em quem não depositam tanta confiança, e o próprio Jockey Club, que perde a receita de cavalos com pouco chance nos páreos. Os azarões, montados por jóqueis famosos, vendem jogo independente da sua chance de vitória. Um caso a pensar. O duelo entre L. Henrique e B. Queiroz pela estatística estimula os fãs de um e de outro a jogar nos seus preferidos. A torcer por eles. Suspender Bruno Queiroz foi um tiro no pé dado pelo JCB. Agora, se lhe fosse dada uma multa de alto valor pela imprudência cometida, ele seria a única vítima do seu erro. E não toda a engrenagem da atividade turfística. (Páreo Corrido, por Paulo Gama – Raia Leve)

***

Velocistas e arenáticos em ação nas melhores carreiras da Gávea

Duas Provas Especiais são as maiores atrações entre os 28 páreos programados para o Jockey Club Brasileiro.

Serão realizados nove páreos no domingo (21) e na terça-feira (23) e mais dez na segunda-feira (22).

No domingo, os velocistas medem forças nos 1.000 metros, grama, da Prova Especial Pico Central. Oito competidores estão anotados:

Efetivo Bull (Stud Happy Again); Melhor Maneira (Stud Verde); I Believe That (Haras Santa Maria de Araras); Stormy Weather (Ivo Hasselmann Marques); New Emperor (Stud Lo-ve); Danish Ship (Stud Rotterdam); Itagiba (Haras Ereporã); e Hard Fast (Haras Valentin).

A jornada de segunda-feira marcará a realização de mais um Prova Especial Helíaco, em 1.500 metros, areia. Serão seis os concorrentes:

Jackson Story (Stud Sempre Por Um Triz); Mapa Mundi (Stud Xeque Mate); Over The Rainbow (Stud By Winner’s); Love You More (Stud Eterno Amor); General Colombo (Stud Parati); e Penelope Charming (Haras do Morro). (JCB – Fernando Lopes)

Comentar com o Facebook