‘Sailor Coutier’ em tempo recorde vence o GP Turfe Gaúcho

Compartilhar
A prova reuniu alguns dos melhores velocistas do turfe do Rio Grande do Sul

Foi disputado na tarde deste domingo (17) no hipódromo do Cristal, a grande final do GP Turfe Gaúcho, prova com regulamento próprio destinada para produtos inéditos da geração 2018 no tiro reto de 700 metros.

Os cinco vencedores das eliminatórias realizadas na tarde sábado encaixaram exatamente as 16 horas para a grande decisão. Favorito do bolo geral, Sailor Courtier que havia vencido seu terno de galope largo, dessa feita largou fazendo carreira e rebocou seus adversários desde o estouro das portas até a sentença. Defensor das cores do Haras Cima, o campeão não só venceu de forma incontestável, como ainda quebrou o recorde da distância, parando os cronômetros na marca de 40s redondos. Riobravo do Haras Maluga bem que tentou, mas não encontrou forças para lidar com o pilotado do craque Valmir Rocha, tendo de se contentar com o segundo posto. Siga El Corso correu um pouco menos que na seletiva, mas ainda assim arrematou em um honroso terceiro lugar, cabendo Indice Fatal e Idolatria Export as duas últimas posições.

O ganhador descende de Courtier e How Dry I Am, criado no campos do haras cima e treinado com sabedoria por E.Goldoni. (JCRS)

***

G.P. Piratininga: “Homer Screen, um furacão na grama e um terremoto na areia”

Homer Screen, com Ricardinho, vence duelo com Briyan Dólar

Homer Screen, 4 anos, filho de Adriano e Smile Jenny (Wild Event), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Alessio & Naela, provocou a frase acima, proferida pelo locutor emoção Roberto Casella, na disputa, esta tarde. em Cidade Jardim, do Grande Prêmio Piratininga (G3), destaque da sabatina paulista (16).

Se havia qualquer dúvida sobre a adaptação de Homer Screen à pista de areia, hoje macia, certamente não existe mais, após o verdadeiro show por ele protagonizado, ao cruzar em 1º, com vantagem de 5 1/4 corpos sobre o favorito, e até então invicto, Briyan Dollar, na excelente marca de 1:32.84 para os 1.600 metros.

Em 3º arrematou Ouro da Serra (6 3/4), Pomponius foi o 4º (14 3/4), Marlin Azul cruzou em 5º (17 3/4) e a seguir finalizaram Gato Lindo (28 1/4) e Jobson (33 3/4).

Apresentado em estado exuberante por Mário André e conduzido com maestria pelo fenômeno brasileiro das rédeas Jorge Ricardo, Homer Screen obteve hoje sua 5ª vitória em 6 exibições. (JockeySP)

Comentar com o Facebook