Executivo de casa de apostas diz que Vasco pede alto e cita Flamengo

Blog do Editor I 16.04.24

Por: Elaine Silva

Compartilhe:
Segundo Daniel Trajano, o Vasco da Gama quer receber na casa de R$ 110 milhões em patrocinador master, na casa que recebe o Flamengo

Daniel Trajano, diretor Comercial da Esportes da Sorte, citou a ausência de patrocinador master na camisa do Vasco da Gama. No podcast IELCAST, nesta semana, o executivo ironizou o que, segundo ele, tem sido o valor pedido pelo Gigante para fechar negócio.

Trajano afirmou que o Cruzmaltino está pedindo uma quantia no mesmo nível do Flamengo, que atualmente é patrocinado pela Pixbet, parceira anterior da equipe vascaína. O executivo afirma que o Rubro-Negro recebe na casa dos R$ 110 milhões, e que o Vasco pede algo no mesmo padrão.

– Eles queriam quase o mesmo valor que o Flamengo, mas hoje não dá para comparar. O Vasco recebia 22 milhões e queria R$ 110 milhões. Queria cinco vezes o valor. Até hoje está fora (sem patrocínio). Ontem colocaram Roberto Dinamite na camisa. Estamos no mês de abril, então você tira quatro meses sem patrocinador. Quem perde é o torcedor, já que não consegue fazer um elenco competitivo, vai brigar para não cair, não briga por título. Tem torcida, estrutura, mas não tem gestão – disse Trajano.

Patrocínio

A Esportes da Sorte esteve entre as primeiras empresas cotadas a assumir o patrocínio master vascaíno, ainda em janeiro deste ano. Na época, foi citada uma proposta de R$ 45 milhões, o valor que foi colocado como meta do Vasco, e não R$ 110 milhões citados.

Na semana passada, após quase cinco meses sem parceiro, foi noticiado a proximidade de acerto do Gigante com outra casa de aposta, a Betano, que recentemente deixou o Fluminense, mas não foi confirmado até o momento. A empresa estaria disposta a pagar até R$ 45 milhões para entrar na camisa do Cruzmaltino. (Vasco Notícias)

 

Comentar com o Facebook