RJ — LOTERJ — PORTARIA LOTERJ N.º 147, de 04 de dezembro de 2000 — Altera a redação da Portaria LOTERJ Nº 146/2000, de 10 de outubro de 2000.

Loterias Estaduais I 04.12.00

Por: sync

Compartilhe:

O Presidente da LOTERIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO-LOTERJ, no uso das atribuições legais que lhe confere o Decreto-lei Estadual nº 138, de 23 de junho de 1975, combinado com o inciso I, do artigo 9º do Decreto nº 11,269, de 04 de maio de 1988 e pelo inciso III do artigo 1º do Decreto 25.723, de 16 de novembro de 1999.

 

RESOLVE:

 

Art. 1º – Alterar os artigos 2º, 7º e 11 da Portaria 146/2000, de 10 de outubro de 2000, que passam a vigorar com a seguinte redação:

 

………………….

 

Art. 2º – O credenciamento das pessoas jurídicas que pretendam se habilitar à exploração da Loteria de Bingo Similar sob a modalidade empresarial e promocional, deverá cumprir as exigências previstas nos incisos I à XI do artigo 4º, da Portaria Loterj n.º 138, de 07 de julho de 2000.

 

………………….

 

Art. 7º – Para cada promoção, o agente lotérico deverá solicitar nova autorização através de requerimento próprio, contendo a seguinte documentação:

 

I – contrato com pessoa jurídica industrial, comercial e/ou de serviços, interessada na promoção de seu produto, mercadoria, e/ou serviço;

 

II – contrato social e suas alterações, devidamente registradas, do agente lotérico credenciado para realização dos sorteio da Loteria de Bingo Similar sob a modalidade promocional;

 

III – descrição detalhada do projeto do sorteio promocional;

 

IV – especificação técnica das cartelas, com detalhamento dos itens de segurança e inviolabilidade;

 

V – forma de disponibilidade ao acesso pela LOTERJ do banco de dados do sistema utilizado, quando aplicável;

 

VI – Documentação comprobatória da propriedade da totalidade dos bens e/ou serviços objeto da premiação;

 

VII – A premiação, por cada sorteio desta modalidade de loteria, será constituída de bens materiais e/ou serviços, cujo valor total, será equivalente, no mínimo a 40.000 Ufir´s, devendo o Plano de Premiação, fornecer os seguintes dados:

 

a) número de cartelas emitidas para a promoção;

 

b) controle e identificação das cartelas;

 

c) quantidade e valor dos prêmios;

 

d) forma e obtenção do resultado da promoção;

 

e) forma de validação e distribuição dos prêmios;

 

f) prazo de validade da promoção;

 

g) detalhamento da forma de sorteio;

 

h) modelo de ata de apuração de sorteio;

 

i) local, data e horário da apuração do sorteio.
………………….

 

Art. 11 – Decorrido o prazo de 30 (trinta) dias após o término da promoção, o agente lotérico autorizado a promover sorteio da Loteria de Bingo Similar na modalidade promocional e empresarial prestará contas à LOTERJ apresentando as seguintes informações;

 

I) quantidade de cartelas emitidas;

 

II) quantidade de cartelas distribuídas;

 

III) quantidade de prêmios distribuídos;

 

IV) identificação dos ganhadores através de nome, CPF e identidade;

 

V) comprovação de recolhimento dos tributos incidentes sobre a promoção;

 

VI) comprovação do cumprimento da legislação referente ao controle de atividades financeiras;

 

VII) parecer de firma de auditoria independente atestando a idoneidade da promoção e o cumprimento das normas legais e regulamentares;

 

VIII) cópia autenticada da segunda via do termo de recebimento do(s) prêmio(s), com identificação do(s) premiado(s), devendo constar dados relativos a endereço, CIC e identidade, quando sobre o valor premiado, incidir Imposto de Renda;

 

IX) ata da realização do sorteio;

 

X) quantidade de cartelas que concorreram ao sorteio.

 

Art. 2º – Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação revogadas as disposições em contrário.

 

Rio de Janeiro, 04 de dezembro de 2000.

 

DANIEL CORRÊA HOMEM DE CARVALHO
Presidente

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.