Loterias Caixa arrecadam R$ 11,9 bilhões e registram queda sobre o mesmo período de 2019

Compartilhar
No mesmo período de 2019, as Loterias Caixa tinham arrecadado R$ 12,1 bilhões

A Caixa Econômica Federal registrou um lucro líquido contábil de R$ 1,89 bilhão no terceiro trimestre, valor que representa uma queda de 76,4% frente ao mesmo período do ano passado (R$ 8,026 bilhões), segundo balanço divulgado nesta quarta-feira (25).

(veja o resultado do 3º trimestre de 2020)

Loterias CAIXA

As Loterias CAIXA arrecadaram R$ 11,9 bilhões até setembro de 2020. Dentre os valores arrecadados no período, cerca de R$ 4,4 bilhões foram transferidos aos programas sociais do Governo Federal nas áreas de seguridade social, esporte, cultura, segurança pública, educação e saúde, correspondendo a um repasse de 37,3% do total arrecadado. No mesmo período de 2019, as Loterias Caixa tinham arrecadado R$ 12,1 bilhões.

Mais de 8,5 bilhões de transações realizadas nos Canais Digitais da CAIXA

Compostos pelo CAIXA Tem, Internet banking e app CAIXA, os meios de pagamentos digitais vêm sendo aprimorados continuamente pela CAIXA e obtiveram, no 3T20, 80,4% de participação no total de transações efetuadas, excluindo-se aquelas realizadas nas unidades lotéricas, Correspondentes CAIXA Aqui e rede parceira compartilhada. Somente nos canais app CAIXA e no app CAIXA Tem foram realizadas 7,6 bilhões de transações.

Plataforma Digital – CAIXA Tem

Atingindo o recorde de mais de 105 milhões de contas poupanças sociais digitais gratuitas abertas até o dia 16 de novembro, o app CAIXA Tem viabilizou o maior movimento de inclusão social, digital e financeira do Brasil. Com potencial para pagamento da ordem de R$ 355,9 bilhões em benefícios sociais (Auxílio Emergencial, Saque Emergencial do FGTS, “BEm” e Antecipação Abono – PIS) para mais de 120 milhões de pessoas, o app apresenta o menor consumo de dados do mercado, e tem foco nos segmentos de renda básica, social e microempreendedor individual (MEI).

Dentre as principais transações do app, estão a utilização do cartão de débito virtual, pagamento de boletos e contas de concessionárias, como água, luz e telefone, além de saques, pagamentos por meio de QR Code e transferências.

Comentar com o Facebook