Mais um deputado defende a inclusão dos lotéricos no grupo prioritário de vacinação

Compartilhar
O deputado André Figueiredo defende a inclusão dos profissionais que prestam serviços em estabelecimentos lotéricos no Programa de Vacina contra a COVID-19

O deputado André Figueiredo (PDT/CE) apresentou nesta quarta-feira (30), o Projeto de Lei 1118/2021, que altera Lei nº 6.259, de 30 de outubro de 1975, que dispõe sobre a organização das ações de Vigilância Epidemiológica, sobre o Programa Nacional de Imunizações, estabelecendo normas relativas à notificação compulsória de doenças para incluir os profissionais que prestam serviços em estabelecimentos lotéricos no Programa de Vacina contra a COVID-19 e dá outras providências.

 

“§ 3º – Considera-se grupo prioritário para o recebimento da vacina contra o COVID-19 os profissionais de saúde e profissionais que prestam serviço no ambiente hospitalar e nos estabelecimentos lotéricos, idosos, pessoas com doenças crônicas, indígenas e pessoas com deficiência”.

 

“Desde março de 2020, proprietários e trabalhadores dos estabelecimentos lotéricos não medem esforços para bem atender a população, conscientes de seu papel social nesta pandemia e da essencialidade dos serviços que prestamos, especialmente aos mais carentes neste Brasil profundo. Em todo o País, são13 mil estabelecimentos lotéricos, capilarizados em 97% dos municípios brasileiros, gerando cerca de 70 mil empregos diretos. Cumpre ressaltar que funcionários das loterias, em quase cem por cento, são usuários de transporte público e, por se encontrarem na linha de frente de atendimento à população, além do manuseio com cédulas sabidamente contaminadas por bactérias e microorganismos, podem, sim, involuntariamente tornar-se vetor de transmissão do vírus que já ceifou mais de 310 mil vidas no Brasil. Há que se considerar ainda, a quantidade de pessoas que diariamente frequentam os estabelecimentos lotéricos e, em que pesem todos os esforços de organização nas filas com o fim de se evitar aglomeração, nem sempre os profissionais são bem sucedidos”, justifica o parlamentar.

Deputado Pompeo de Mattos também defende vacinação prioritária dos lotéricos

No dia 23 de março, o deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) protocolou o Projeto de Lei 1014/2021, que altera a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020 para prever a vacinação prioritária contra a Covid-19 a todos os profissionais cujas atividades são consideradas essenciais para a população. A proposta também defende a vacinação prioritária de várias categorias, inclusive os trabalhadores de lotéricas.

Leia em Lotérica:

Casa lotérica de Juara (MT) que estava fechada devido a Covid volta a atender a partir desta segunda-feira. O motivo ocorreu porque todos os funcionários da Casa lotérica contraíram o vírus Covid 19.

Comentar com o Facebook