O bilionário dos cassinos e o seu filho de mentira

Blog do Editor I 10.03.24

Por: Magno José

Compartilhe:
O bilionário dos cassinos e o seu filho de mentira
Roger Williamson afirma ser o filho ilegítimo do falecido rei dos cassinos de Las Vegas, Sheldon Adelson, e de uma contadora. Na realidade, o homem é um golpista em série condenado com uma longa história de inventar identidades e enganar pessoas – ele já usou pelo menos 11 nomes diferentes

O e-mail de um filho secreto de um bilionário falecido chegou à redação da Forbes US e parecia promissor. O remetente era um homem que afirmava que seu famoso pai construiu a maior empresa de cassinos do mundo, a Las Vegas Sands Corporation, explicando como tinha muitas informações para compartilhar. “Eu deveria saber”, ele escreveu, “eu sou o filho biológico de Sheldon Adelson.”

Na primeira vez que o homem que se apresentou como Sheldon Adelson Jr. ligou, foi de um telefone com o código de área de Las Vegas. Em minutos, ele contou uma história incrível sobre como seu pai ultra-rico, que faleceu em 2021 deixando uma fortuna de US$ 35 bilhões para sua esposa, Miriam, e seus filhos, além de um império global de cassinos com receita líquida de US$ 10,3 bilhões em 2023, conheceu sua mãe, registra reportagem do Forbes.

“Meu pai era amigo de Sumner Redstone e, em 1959, para ser exato, ele foi até o escritório de Sumner e viu essa linda mulher italiana”, ele começou. Redstone, que eventualmente se tornou o bilionário presidente da Viacom e CBS, aparentemente disse a Adelson que a mulher, sua contadora Anna Paradiso, era uma “salvadora de vidas”, mas para “deixá-la em paz”, pois ela era divorciada e tinha cinco filhos.

“Eles tiveram um romance de cinco anos, e eu sou o produto disso”, continuou ele com um sotaque nasal de Boston. “Quando estavam esperando por mim… tiveram uma conversa e concordaram que eu não seria nenhuma responsabilidade para o Sr. Adelson; há documentos judiciais para provar isso.” Ele também afirmou que existe uma certidão de nascimento registrada em Revere, Massachusetts, que confirmaria que Adelson é seu pai.

Em seguida, o suposto filho cometeu um erro – ele afirmou ser o único filho biológico de Sheldon Adelson. Embora Adelson tenha adotado os filhos de sua primeira esposa, além dos filhos de sua segunda esposa, ele e Miriam tiveram dois filhos próprios, Adam e Matan.

Ainda assim, ele insistiu que os amigos de seu pai confirmariam sua história – desde Steve Forbes, o presidente desta publicação, até Steve Wynn, o bilionário cofundador da Wynn Resorts. Ambos disseram que nunca ouviram falar dele. Mas isso não deveria ser muito surpreendente, já que o verdadeiro problema é que Sheldon Adelson Jr. não existe.

A realidade

O homem que afirma ser o filho homônimo do falecido bilionário é, na verdade, um golpista em série condenado chamado Roger Williamson, que cresceu em Revere, Massachusetts. (Esse último detalhe era verdadeiro, embora a certidão de nascimento que ele afirma existir, não exista de acordo com o departamento de registros vitais e estatísticas da cidade.)

Williamson é um homem com uma longa história de inventar identidades e enganar pessoas – ele já usou pelo menos 11 nomes diferentes – e é descrito por vários membros da família, ex-namoradas, ex-proprietários e outras vítimas de seus esquemas como um mentiroso compulsivo.

A família Adelson, por meio de um porta-voz, confirmou que conhece Williamson há anos, mas não vai “dignificar a bobagem dessas alegações fornecendo respostas específicas a cada uma delas”.

Em um e-mail enviado à Forbes, Leonard Adelson, irmão de Sheldon, acrescentou: “Estou totalmente surpreso que esse homem faria essa afirmação”, observando que toda a situação é “escandalosa e ridícula.”

Quando Williamson percebeu que seu esquema para aparecer nas páginas da revista Forbes como o até então desconhecido herdeiro de um bilionário não estava dando certo, ele parou de retornar às ligações. Em um e-mail escrito de um endereço associado a uma empresa fictícia chamada The Adelson Company, ele tentou recuar e disse que as duas entrevistas anteriores que havia concedido “devem ser de outra pessoa”, escreveu. “Eu não o conheço.”

Em seu último e-mail antes de se retirar, em resposta à pergunta de quem ele é se não o “filho bastardo” – suas palavras – de Sheldon Adelson? “Eu sou ninguém”, ele escreveu.

A verdadeira identidade de Roger Williamson

Este indivíduo nasceu em 24 de janeiro de 1962, às 22h35, em Boston. Sua mãe, Anna Paradiso – ele não mentiu sobre seu nome, e ela trabalhou para Redstone, mas em uma barraca de concessão em um dos drive-ins dele – era casada com seu pai, Robert Williamson, um marinheiro com um problema de jogo, de acordo com membros da família.

Robert Williamson morreu quando Roger tinha 8 anos. “Quando Robert não estava no mar, ele estava em casa jogando qualquer dinheiro que tinha”, diz um membro da família que pediu para não ser identificado com medo do que Roger

poderia fazer em retaliação. Antes de desligar, o membro da família explicou que Williamson não é bem-vindo depois de anos de golpes e esquemas.

De fato, antes que a mãe de Williamson, que sofria de demência, falecesse em 2016, os promotores alegaram que ele estava roubando seus pagamentos da Previdência Social a ponto de ela quase ser despejada de casa.

Os Williamson moravam em uma casa multifamiliar na Avenida Shirley, em Revere, a algumas quadras da praia. Mesmo quando era criança, Williamson era conhecido por ser um “golpista”, diz Tony lacoviello, que o conhece desde a primeira série. “O apelido dele era ‘Roger, o Desviador’, porque ele estava sempre mentindo”, diz Iacoviello.

 

Comentar com o Facebook