É (quase) impossível que os cassinos resorts gerem receitas de R$ 45 bilhões ao ano para o governo

Cientes de que a Record irá lucrar com o programa, os apresentadores descontentes usaram como exemplo as emissoras concorrentes

Compartilhar
Para atingir a meta tributária de US$ 45 bilhões ao ano, o Brasil terá que ter 800 unidades e que 100 milhões de brasileiros joguem todos os anos R$ 1.319,00 nos cassinos resorts

 

Os defensores dos resorts integrados com cassinos estão delirando ao afirmar que este modelo poderá gerar R$ 45 bilhões ao ano de receitas tributárias para o governo.

É fácil provar que estão prometendo uma receita que não vão entregar e, para provar que alguém está sendo enganado, vamos usar o exemplo da operação de cassinos do país dos lobistas, os Estados Unidos.

Segundo da American Gaming Association – AGA, os 989 cassinos comerciais e tribais dos Estados Unidos, tiveram uma arrecadação total de US$ 77,33 milhões (R$ 433 bilhões) em 2019, sendo que foram pagos US$ 10 bilhões (R$ 56 bilhões) em impostos sobre jogos para os governos estaduais e municipais em 44 estados. Ainda segundo o relatório da AGA, o setor de jogos emprega cerca de 1,8 milhão de norte-americanos.

O relatório da AGA também cita que mais de um terço dos americanos (mais de 113 milhões), visitaram um cassino no ano passado, enquanto 41% dos americanos (mais de 133 milhões) participaram de alguma forma de jogo. A aposta per capta dos norte-americanos nos cassinos em 2019 foi de R$ 1.319,00.

Seguindo o modelo norte-americano de tributação, os cassinos resorts dos sonhos dos parlamentares, que defendem a proposta, teriam que arrecadar cerca de R$ 347,9 bilhões todos os anos para entregar aos cofres do governo os prometidos R$ 45 bilhões.

Mas existe uma possibilidade de tornar real o sonho do governo em arrecadar R$ 45 bilhões por ano com cassinos resorts. O governo convence os empresários a instalarem cerca de 800 unidades no país e obriga metade da população brasileira (100 milhões) a jogar todos os anos R$ 1.319,00 nos cassinos resorts.

A única solução para o Brasil

Não me canso de repetir que a única opção para o Brasil na questão dos jogos é a aprovação de projeto de lei, que contemple a legalização de todas as modalidades de jogos. O país tem uma grande oferta de jogos não regulados, e somente a legalização da demanda do mercado, permitirá ao Estado controlar, arrecadar e depurar esta atividade no país.

Fora isto, é invencionice de meia dúzia de atores políticos que desejam criar monopólio do jogo para corporações norte-americanas, através da legalização apenas de meia dúzia de resorts integrados com cassinos.

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta