Lucro da Caixa cresce 50% no 1º trimestre e atinge R$ 4,6 bilhões

Destaque I 12.05.21

Por: Magno José

Compartilhe:
Premiação líquida do primeiro trimestre das Loterias Caixa deste ano foi 14% maior que o mesmo período de 2020

A Caixa Econômica Federal, o maior banco brasileiro em número de clientes, crédito, contas digitais e depósitos em poupança, divulgou nesta quarta-feira (12) que registrou um lucro líquido contábil de R$ 4,6 bilhões no primeiro trimestre, o que representa um crescimento de 50,3% frente ao mesmo período do ano passado (R$ 3,049 bilhões). Já na comparação com o 4º trimestre de 2020 (R$ 5,671 bilhões), houve queda de 19,2%.

Segundo o banco, o resultado trimestral foi sustentado pelo aumento de 4,1% na margem financeira, redução de 17,1% nas despesas de pessoal, 25,1% nas outras despesas administrativas e “pelo recebimento de R$ 1,5 bilhão auferidos em decorrência da conclusão das parcerias estratégicas nos ramos de consórcio e capitalização concluídas com a Caixa Seguridade”.

Lucro da Caixa supera o do Banco do Brasil

Na comparação com grandes bancos brasileiros de capital aberto, o lucro da Caixa no 1º trimestre superou o do Banco do Brasil (R$ 4,2 bilhões) e do Santander (R$ 2,8 bilhões). O maior foi o do Bradesco (R$ 6,15 bilhões), seguido pelo Itaú Unibanco (R$ 5,4 bilhões).

Loterias arrecadam R$ 3,8 bilhões em 2021

As Loterias CAIXA arrecadaram R$ 3,8 bilhões no 1º trimestre. Dentre os valores arrecadados no período, cerca de R$ 1,9 bilhão foram transferidos aos programas sociais do Governo Federal nas áreas de seguridade social, esporte, cultura, segurança pública, educação e saúde.

No 1º trimestre, foram distribuídos R$ 1,5 bilhão em prêmios líquidos, valor 14% maior que o mesmo período de 2020.

Plataforma Digital – CAIXA Tem

Atingindo o recorde de mais de 107 milhões de contas poupanças sociais digitais abertas até o final de março de 2021, o app CAIXA Tem viabilizou o maior movimento de inclusão social, digital e financeira do Brasil, sendo utilizado para pagamento de todos os benefícios sociais. O App apresenta o menor consumo de dados do mercado, e tem foco nos segmentos de renda básica, social e microempreendedor individual (MEI). Dentre as suas funcionalidades estão o pagamento de boletos, contas, utilização de cartão de débito virtual e QR Code para fazer compras.

Durante o 1º trimestre, foram cadastrados 2,9 milhões de usuários com dispositivo vinculado no App CAIXA Tem, e realizadas 607 milhões de transações eletrônicas e financeiras.

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.