Turistas brasileiros representam 29% dos hóspedes da rede Hard Rock no Caribe

Cassino I 22.07.22

Por: Magno José

Compartilhe:
De acordo com os dados da RCD Hotels, em 2019, o número de brasileiros que se hospedaram nos hotéis da rede ficou em 21% do total de visitantes da América Latina (Foto: Divulgação/Hard Rock Hotel Los Cabos)

A sub-região do Caribe é uma das que apresenta as taxas de recuperação mais rápidas, levando em conta as perdas geradas pela pandemia da Covid-19. Conforme a Organização Mundial do Turismo (OMT), no território caribenho, as viagens retomaram quase 75% dos níveis de 2019 e alguns destinos atingiram ou superaram os índices pré-pandemia. Exemplo disso é o caso dos Hard Rock Hotels com experiência all-inclusive, localizados no México e na República Dominicana.

De acordo com os dados da RCD Hotels, que administra as propriedades, em 2019, o número de brasileiros que se hospedaram nos hotéis da rede ficou em 21% do total de visitantes da América Latina. Em 2022, os primeiros seis meses do ano já superaram o índice de 2019, com os turistas do Brasil representando 29% dos hóspedes.

O dado indica um crescimento no número de brasileiros presentes nos cinco Hard Rock Hotels com experiência all-inclusive da rede, localizados em Cancun, Riviera Maya, Punta Cana, Vallarta e Los Cabos. Segundo o diretor corporativo para a América Latina da RCD Hotels, Leonel Reyes, o objetivo deste ano é ainda superar os números de 2021, que finalizou com os turistas do Brasil representando 36% do total de visitantes da América Latina.

“A RCD trouxe mais opções de lazer no Hard Rock Hotel Riviera Maya e no Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana, acrescentou experiências gastronômicas nos hotéis, passou por reformas e investe também para trazer cada vez mais grupos de casamentos e de turismo de negócios, para podermos atrair cada vez mais os clientes”, ressalta Reyes.

Para além do lazer

Nos últimos dois anos, os segmentos que vem crescendo paulatinamente nas propriedades da RCD Hotels são os de casamentos e grupos para o turismo corporativo, o que ocasionou a diminuição da supremacia das viagens a lazer. Em 2019, o lazer representava quase 3/4 das motivações de hospedagens realizadas nos hotéis. Atualmente, o número continua sendo maior que a metade, mas houve uma pequena diminuição no índice, totalizando 63%.

O interesse dos brasileiros é reflexo do cenário nos hotéis. Conforme a RCD Hotels, as hospedagens dos turistas do Brasil para negócios cresceram em 20% de um ano para o outro, alcançando a marca de 35% do total de hóspedes brasileiros em 2022. Em 2021, 15% dos brasileiros viajavam para reuniões de grupos ou convenções.

Preferência por Cancún

Em 2021, o Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana foi o preferido dos brasileiros para as hospedagens. Em 2022, quase metade das viagens foram realizadas para o Hard Rock Hotel Cancun, que deteve 48% do total de hóspedes do Brasil nos seis primeiros meses do ano. O hotel localiza-se na Zona Hotelera de Cancun, próximo à praia.

Cancún é considerado um dos destinos turísticos como maior número de reconhecimentos a nível mundial. Os turistas da Argentina, do Brasil e da Colômbia são os que mais visitam a cidade. Conforme a Secretaria de Turismo do Estado de Quintana Roo, os turistas desses três países representam mais de 68% da ocupação hoteleira em Cancun entre 2021 e 2022.

Esta área turística localizada no nordeste do estado de Quintana Roo, tem uma extensão de 31,5 quilômetros de praias banhadas pelo Mar do Caribe. As paisagens da região incluem recifes, ilhas, cenotes e a variedade da flora e fauna, como crocodilos, bugios, golfinhos, entre outros. (BrasilTuris – Caroline Oliveira)

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.