Receitas dos cassinos de Macau tiveram aumento em outubro

O Governo está confiante no crescimento das receitas do jogo em comparação com o mês de setembro, mas assume que os resultados vão continuar longe do esperado devido à pandemia

Compartilhar

O secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, assumiu nesta quinta-feira (23), que “houve um aumento” das receitas de jogo este mês em comparação com setembro, mas mostrou-se cauteloso quanto à previsão de resultados para outubro, e disse ainda que o Governo tem de estar preparado para “alguns resultados que não sejam positivos”. Em setembro, as operadoras de jogo apresentaram receitas brutas na ordem dos 2,21 bilhões de patacas, o que representou um aumento de 66,2% em comparação com o mês anterior.

“Neste mês houve um aumento [de receitas de jogo], mas temos de esperar pelos últimos dias [de outubro] para ver qual o resultado final. Como já tinha dito, a pandemia continua e por isso temos de estar preparados para alguns resultados que não sejam tão positivos”, começou por dizer Lei Wai Nong à margem da abertura oficial da 25.ª Feira Internacional de Macau.

Apesar das previsões otimistas das autoridades para a Semana Dourada, o número de entradas de turistas do interior da China em Macau não foi além dos 156 mil, quando em 2019 rondou os cerca de 1 milhão de visitantes. Questionado sobre uma previsão para uma melhoria destes dados, Lei Wai Nong assumiu que a expectativa de melhoria para o mês de outubro também não será muito elevada. “Acho que a melhoria vai ser melhor do que setembro, mas não vai ser muito. Só no fim do mês é que vamos ver para podermos apresentar um resultado, e assim é que podemos fazer uma comparação. Têm de ter paciência porque faltam alguns dias”, frisou o secretário para a Economia e Finanças.

Quanto ao orçamento para 2021, Lei Wai Nong revelou que os trabalhos estão quase concluídos para entregar uma proposta ao Conselho Executivo no final de outubro. “O orçamento de 2021 vai ser entregue ao Conselho Executivo em finais de outubro para depois seguir para a Assembleia Legislativa o mais rápido possível”, indicou Lei Wai Nong, acrescentando que a terceira alteração à Lei do Orçamento de 2020 irá decorrer em novembro. “O orçamento de retificação vai ser entregue em novembro”, disse o secretário.

Questionado sobre eventuais cortes no próximo ano devido à situação pandêmica, Lei Wai Nong assumiu que os serviços públicos “devem economizar os seus gastos”, a fim de assegurar uma aplicação adequada do erário público, e recordou que a situação não é de agora. “Quanto aos cortes, não é só de agora. Estivemos sempre isso presente, mesmo quando a nossa situação financeira estava muito boa”, assinalou o secretário.

Sobre a estratégia que o Executivo irá adotar para o desenvolvimento econômico de Macau no atual contexto pandêmico, o secretário para a Economia e Finanças apontou a criação de mais oportunidades de emprego no território e a necessidade de criar condições para que seja dado um impulso à procura interna. “Agora e no futuro, Macau tem de melhorar a procura interna e também criar mais oportunidades de emprego para melhorar a situação de consumo dentro de Macau. O mercado do interior da China representa muito para Macau”.

Em relação à revisão dos mecanismos de aprovação de residência para trabalhadores não-residentes, Lei Wai Nong não adiantou se o número será ajustado, mas garantiu que o Governo vai continuar atento à evolução do mercado laboral local. “Os trabalhadores não-residentes sempre vieram para colmatar a falta de recursos humanos de Macau. Vamos verificar as situações de mercado para ver como é que vamos fazer a revisão”. (Ponto Final – Eduardo Santiago – Macau)

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta